Porque é que os utilizadores bloqueiam anúncios?

É sabido que existem motivações muito fortes para que os consumidores denunciem anúncios nas redes sociais e cheguem ao extremo de instalar software que bloqueie publicidade. Quais os motivos?

  • Os anúncios denotam falta de criatividade;
  • Os pop-ups são irritantes e ocupam a totalidade do ecrã;
  • Os anúncios tornam as páginas lentas;
  • O remarketing é intrusivo;
  • Os anúncios baseados em dados pessoais vão contra os seus princípios de livre-escolha;
  • Não reconhecem valor a campanhas de marketing e querem sentir-se livres para tomar decisões.

Então e qual o caminho que as Agência de Comunicação devem trilhar? Há possibilidade de implementarmos campanhas adequadas aos propósitos dos nossos clientes? Claro que sim!

Tudo se resume a um bom trabalho de negociação entre empresas e consumidores. Se repararmos, os consumidores são favoráveis à partilha de alguma informação pessoal, desde que isso lhes traga algum tipo de retorno. Exemplo disto é a subscrição de newsletters que oferecem descontos ou a cedência de dados pessoais para recepção de amostras.

Outro factor que em muito contribui para o sucesso de acções publicitárias é a criatividade. Há que reinventar conceitos, formas de apresentarmos produtos, acompanhando as tendências e os gostos do público-alvo. Não esqueçamos que o conteúdo deve sempre ser adaptado ao meio. Uma situação é anunciar numa rede social, outra é a televisão ou a imprensa escrita.

Numa altura em que tanto se fala de RGPD devemos manter em mente de que é o cliente que efectua escolhas, para isso apresentamos um produto e/ou serviço, mas é o cliente que tem direito de escolha.

Um outro ponto a levar em consideração é a relevância, a nossa missão é promover com foco, com método e cumprir objectivos. Só assim captamos a atenção dos potenciais clientes que por sua vez vão interagir com as marcas. Há que ser útil e divertido, assim melhoramos inúmeros índices como o alcance, interacção, número de visualizações, tempo de visualização e outros.

Por fim, mais que vender importa fidelizar, “tocar no coração”, criar uma legião de fãs e aproveitar de forma positiva o seu feedback para levarmos as marcas mais além num crescimento sustentado. A propósito de feedback importa salientar que as redes sociais são óptima fonte de informação também para as marcas, pelo que toda e qualquer campanha deverá ser sempre medida (as estatísticas são cada vez mais fáceis de analisar). Ainda falando de redes sociais as marcas ou quem faz a sua gestão deverá aproveitar os comentários dos utilizadores que por vezes providenciam informação em tempo real que meios como a televisão, rádio ou imprensa escrita não conseguem apurar.

Se procura promover a sua empresa, produto ou serviço peça-nos cotação: comercial@dreamweb.pt | 915 034 300

Se quer conhecer mais acerca deste tema consulte o estudo Dimension2018.

Filipa Almeida anúncios Porque é que os utilizadores bloqueiam anúncios? filipa foto

Filipa Almeida

Licenciada em Psicologia pela UC, pós-graduada em Marketing Digital e Micro-Mba em Gestão Empresarial.
Co-fundadora e Consultora de Marketing Digital da Dreamweb.
Filipa Almeida anúncios Porque é que os utilizadores bloqueiam anúncios? filipa foto

About Filipa Almeida

Licenciada em Psicologia pela UC, pós-graduada em Marketing Digital e Micro-Mba em Gestão Empresarial. Co-fundadora e Consultora de Marketing Digital da Dreamweb.

Os comentários estão fechados.

error:

Ao continuar a usar o site, concorda com o uso de cookies que possibilitam a melhoria dos nossos serviços. Pode alterar as definições de cookies a qualquer altura. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close