FaceApp: a aplicação russa que está a recolher dados biométricos

Se ainda não experimentou a FaceApp, sem dúvida que o seu Facebook e Instagram foram inundados por aqueles que já o fizeram. A aplicação gratuita permite que veja como seria se fosse mais jovem, mais velho ou do sexo oposto. Especialistas em cibersegurança têm alertado para os seus riscos, uma vez que as pessoas podem estar a colocar em causa as suas informações pessoais.

Faceapp: Conheça os riscos

A empresa russa Wireless Lab, criadora da app, tem vindo a recolher informações sobre os utilizadores e a construir uma enorme base de dados. Esta questão ainda é mais pertinente porque estamos a lidar com tecnologia de reconhecimento facial, particularmente quando os utilizadores estão a enviar a informação mais identificável que poderiam fornecer: o seu próprio rosto.

Na política de privacidade, os criadores da aplicação especificam que os utilizadores, ao fazerem download da app, estão a concordar em fornecer “directamente” fotografias e outros materiais que publicam através daquele serviço, assim como o histórico de navegação. “Usamos ferramentas de análise de terceiros para nos ajudar a medir o tráfego e as tendências de uso do serviço. Estas ferramentas reúnem informação enviada pelo seu dispositivo ou pelo nosso serviço, incluindo as páginas web que visita, add-ons, e outra informação que nos ajude a melhorar o serviço. Reunimos e usamos esta informação analítica juntamente com informação analítica de outros utilizadores, para que não possa ser usada para identificar qualquer utilizador individual em particular”.

Além do mais, ao utilizar a aplicação, está a enviar “determinadas informações do arquivo de registo, incluindo o seu pedido da Web, endereço IP, tipo de navegador, páginas de referência/saída e URL, número de cliques e a forma como interage com os links no serviço, nomes de domínio, páginas de entrada, páginas visualizadas e outras informações. Também podemos reunir informações semelhantes de emails enviados para os nossos utilizadores, que depois nos ajudam a monitorizar quais emails são abertos e em que links os destinatários clicam”.

A informação que a FaceApp recolhe pode ainda ser partilhada com os seus parceiros, como empresas de publicidade, empresas afiliadas, ou com organismos terceiros que ajudem no desenvolvimento do serviço da aplicação. Por sua vez, estas informações podem ser armazenadas e processadas nos Estados Unidos ou em qualquer outro país em que a FaceApp, as empresas afiliadas, ou os provedores dos serviços tenham instalações. Estes podem também transferir entre si dados pessoais dos utilizadores mas também informações do seu país e jurisdição. Estas informações podem servir para anúncios publicitários direccionadosNo caso de a FaceApp ser vendida a outra empresa, todas as suas informações pessoais poderão ser vendidas.

Com o reconhecimento facial e a biometria sendo a nova fronteira da autenticação, todos nós devemos ser cautelosos ao partilhar a nossa identidade facial sem pensar duas vezes. É fulcral que comecemos a tratar nossos rostos como senhas e estar ciente de que os dados obtidos por empresas como a FaceApp podem facilmente cair nas mãos dos cibercriminosos e ser usados para falsificar as nossas identidades.

Filipa Almeida faceapp FaceApp: a aplicação russa que está a recolher dados biométricos filipa foto

Filipa Almeida

Licenciada em Psicologia pela UC, pós-graduada em Marketing Digital e Micro-Mba em Gestão Empresarial.
Co-fundadora e Consultora de Marketing Digital da Dreamweb.
Filipa Almeida faceapp FaceApp: a aplicação russa que está a recolher dados biométricos filipa foto

About Filipa Almeida

Licenciada em Psicologia pela UC, pós-graduada em Marketing Digital e Micro-Mba em Gestão Empresarial. Co-fundadora e Consultora de Marketing Digital da Dreamweb.

Os comentários estão fechados.

error:

Ao continuar a usar o site, concorda com o uso de cookies que possibilitam a melhoria dos nossos serviços. Pode alterar as definições de cookies a qualquer altura. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close